• KEA Clinic

Celulite - O que é? Como tratar?

Atualizado: 21 de Set de 2019

A celulite é um problema que aflige muitas mulheres. Os temidos furinhos na pele podem ser vistos mesmo no corpo de artistas e celebridades. Nós, da KEA Clinic, preparamos esse artigo para você saber um pouco mais sobre o que é a celulite e como ela pode ser tratada, confira:


Celulite é o nome popular da condição chamada Lipodistrofia Ginoide ou Adipose Edematosa, caracteriza-se por ondulações na pele com aspecto de furinhos como na casca de uma laranja. Ela acontece devido ao acúmulo de gordura, toxinas e água nas células, de forma que estas acabam adquirindo um aspecto endurecido e deixando a pele com desníveis na superfície. A celulite é mais comumente observada nas coxas e glúteos, mas também pode ocorrer na região do abdômen e nos braços.


Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, oito em cada dez mulheres sofrem com celulite em algum grau. Já nos homens a incidência é muito menor, ocorrendo quando se tem alguma alteração hormonal. Essa diferença pode ser explicada pelos hormônios, enquanto a testosterona ocasiona um maior acúmulo de gordura no abdômen, o estrogênio faz com que a gordura vá para as coxas e os glúteos.


As causas da celulite não são certas, estudos apontam o fator genético hereditário como uma dos principais pontos, mas alterações hormonais, problemas de circulação e o estilo de vida também devem ser levados em conta. É comum fazer a associação entre o acúmulo de peso e a celulite, mas essa não é uma condição necessária. Pessoas magras podem apresentar os nódulos, assim como, outras, mesmo acima do peso, têm uma pele lisa.

De acordo com as nossas Endocrinologistas, Dra. Elaine Dias e Dra. Daniela Miranda, as alterações hormonais são um fator importante para o aparecimento da celulite: níveis de estrogênio (hormônio feminino) muito altos provocam disfunções no metabolismo que podem criar ou agravar a celulite. As principais causas de estrogênio elevados são:


• O uso da pílula anticoncepcional pode desencadear o problema, pois adiciona mais uma dose de hormônios em circulação no organismo;

• Cisto ovariano produtor de estrogênio;

• Síndrome de Ovário Policístico;

• O excesso de gordura visceral e subcutânea aumentam a atividade da enzima aromatase, estimulando assim a produção de estrogênio. Isso ocorre tanto em mulheres como em homens.


Para reduzir a celulite é preciso:


• Praticar exercícios físicos, como os aeróbicos, que ajudam na redução da gordura corporal, consequentemente reduzindo os níveis de estrogênio e/ou musculação, que auxilia na firmeza da pele;

• Evitar medicamentos como anticoncepcionais e corticoides;

• Parar de fumar;

• Manter um peso saudável.


Pele com celulite X Pele sem celulite

Pelo fato de ser multifatorial, a nutrição é capaz de contribuir para o controle e redução da celulite através de diferentes condutas. De acordo com a nossa nutricionista Renata Farrielo algumas mudanças simples na alimentação podem trazer resultados muito positivos como:


• Consumir mais saladas cruas,

• Incluir aveia e alimentos integrais no cardápio;

• Beber mais água durante o dia;

• Acrescentar linhaça e peixes de água gelada como arenque, salmão e sardinha na alimentação;

• Consumir iogurte e leite fermentado;

• Diminuir ou evitar o consumo de alimentos embutidos e enlatados;

• Utilizar menos sal e temperos prontos, substituindo por ervas frescas nas preparações caseiras;

• Consumir alimentos ricos em ferro como feijões, espinafre e carnes vermelhas magras, sempre associados com outros ricos em vitamina C, como suco de frutas cítricas e goiaba;

• Incluir no cardápio cereais integrais como arroz integral, cevadinha, quinua, trigo em grão e amaranto.


Apesar de não ser considerada uma condição médica grave, a celulite é um problema que incomoda muitas mulheres. Clinicamente ela é avaliada através de uma classificação em três níveis: leve, moderada e grave. São levados em conta fatores como: número e profundidade das depressões; aspecto das áreas elevadas da celulite; presença de lesões elevadas e flacidez.


Um profissional qualificado saberá avaliar o nível em que a celulite se encontra e indicar o melhor tipo de tratamento. No mercado é possível encontrar diversas opções de recursos terapêuticos como massagens modeladoras e drenagem linfática. Na Kea Clinic oferecemos tratamento para celulite com o plataforma multifuncional Power Shape e com o Thork.



Antes e Depois do tratamento da celulite com Thork na região posterior dos glúteos

O Power Shape trabalha em diversas frentes, o sistema de sucção a vácuo faz o contorno corporal, a radiofrequência estimula a produção de colágeno e o laser de baixa intensidade auxilia na desinflamação da celulite e ajuda na penetração da radiofrequência, permitindo uma melhor efetividade do estímulo de colágeno. Já o Thork tem como base do tratamento as ondas de choque extracorpóreas que causam o rompimento da fibrose, melhorando a nutrição e oxigenação das células. O resultado é uma pele mais lisa, sem o aspecto de ondulações.



Antes e Depois do tratamento da celulite com Power Shape associado ao Thork na região posterior dos glúteos

Aqui, na KEA Clinic, contamos com uma equipe multidisciplinar qualificada, que avalia cada caso individualmente para garantir os melhores resultados.


Entre em contato com a KEA Clinic pelo telefone (11) 4750-1854 (11) 93320-0808 (whatsapp).

0 visualização

ENTRE EM CONTATO

  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

ENDEREÇO

Rua Cristiano Viana, 401 - 5° andar

Jardins

São Paulo, SP

05411-000

TELEFONES

Entre em contato por aqui: